CONTEÚDO E MÍDIA

Seleção tradicional x ágil, o que muda?

 

Por Maria Candida Baumer de Azevedo I Fevereiro de 2019

Entenda o que muda na seleção tradicional x ágil. Perceba que as mudanças são sutis mas absolutamente necessárias para competir no mundo não linear, complexo e exponencial.

MODELO TRADICIONALMODELO ÁGIL
Avalia apenas competências.Avalia também valores e fit cultural.
Só o RH faz.Times multifuncionais fazem.
Seleção é feita quando necessário.Sempre. Continuamente se busca gente boa, o radar está sempre ligado.
Divulgação das vagas é feita em quadros e anúncios.Divulgação e busca é feita nas mídias sociais.
Processo é detalhado, com passos e responsabilidades fixas – one fits all.Processo simples e flexível com um Quadro Kanban.
Fornecedor externo conduz.Responsabilidade interna.
Padronização desde a forma de divulgar e triar CV, até a forma de analisar e fazer proposta.Customizado de acordo com cada necessidade única.
O foco é atender ao SLA de tempo de preenchimento de vaga.Há mais flexibilidade de formato para achar o que faz sentido de fato e rápido.
ADAPTADO DE Thoren, Pia-Maria. Agile People: A Radical Approach for HR & Managers. Lioncrest Publishing, 2017.

Seja ágil ou tradicional, entrevistar bem segue sendo fundamental. Veja as 5 dicas fundamentais.

Quer entender o que muda em gestão de desempenho no mundo ágil? Leia aqui.

Produtos relacionados